Como organizar arquivos de projetos de arquitetura

Como organizar arquivos de projetos de arquitetura
Organizar arquivos de projetos – Adobe Stock

Um dos grandes desafios de um escritório de arquitetura é organizar os arquivos digitais de projetos de forma que fiquem perfeitamente estruturados e fáceis de serem localizados.

O volume de informação digital necessário para gerir e conceber projetos de arquitetura é muito grande, pois inclui além dos arquivos de desenhos e documentos do próprio projeto, arquivos de legislações, elementos de desenhos, catálogos, publicações técnicas, imagens de referências de projeto, entre outros. 

Ou seja, definir uma nomenclatura padrão para esses arquivos torna-se fundamental para a identificação imediata e segura de seus conteúdos.

O padrão AsBEA

Em 2002, o AsBEA publicou o manual Diretrizes Gerais para Intercambialidade de Projetos em CAD, onde sugeria a padronização de nomes de layers, pastas e arquivos de projetos de arquitetura e seus complementares. Os critérios adotados no manual baseavam-se em normas americanas, canadenses e europeias e em um sistema de campos e siglas, da norma ISO 13567. Essas diretrizes tinham o objetivo de facilitar a integração entre projetistas, construtores e clientes. Você pode consultar o manual nesse link.

O padrão Arquilog

Eu disponibilizei no Arquilog, há alguns anos, um Template de Layers de Arquitetura para AutoCAD usando o padrão de nomes sugerido no manual do AsBEA. Com o propósito de divulgá-lo, o template ficou disponível de forma gratuita durante muito tempo e foi campeão em downloads do site. Isso demonstra a procura e aceitação do padrão proposto pelo órgão.

Pensando também em contribuir com soluções para organizar pastas e arquivos digitais de projetos de arquitetura, apresento nos próximos artigos um modelo de estrutura de pastas e um método de nomenclatura de arquivos digitais para projetos de arquitetura, incluindo os projetos complementares e os arquivos de apoio ao projeto. Essa proposta é embasada nos meus anos de experiência em execução, compatibilização e coordenação de projetos em AutoCAD e também nos critérios apresentados no manual do AsBEA.

Complementando esse conteúdo, comercializo na loja do Arquilog um arquivo digital contendo a estrutura de pastas descritas nos artigos. Você pode acessá-lo clicando no botão abaixo.

Pontos importantes!

Antes, cabe ressaltar, que cada projeto tem suas particularidades que devem ser consideradas durante todo o seu tempo de vida dentro de um escritório. Portanto, lembre-se que as sugestões apresentadas servem de base e podem ser adaptadas às características individuais dos seus projetos.

Outra consideração importante, é que muitos escritórios hoje trabalham com o BIM (Building Information Modeling ou Modelagem da Informação da Construção), que impõe uma nova e diferente relação entre o projeto de arquitetura e a respectiva coordenação dos projetos complementares. Ou seja, esses escritórios carecem de uma estruturação de pastas e arquivos adaptada a essa nova forma de projetar.

Espero que você goste do conteúdo dos artigos! Depois de ler, comente aqui abaixo como é a organização das suas pastas e arquivos de projetos e se minhas sugestões podem ajudar a mantê-los ainda mais organizados. Críticas e sugestões também serão bem-vindas! Boa leitura e bons projetos!

 

Essa página faz parte do conjunto de artigos do Arquilog de Como organizar pastas e arquivos digitais de Projetos de Arquitetura. Para conhecer o conteúdo completo acesse o índice.